10 Principais Causas Que Levam À Impotência Sexual

From NeuronBank
Jump to: navigation, search

À medida que homem envelhece, pode ocorrer a disfunção erétil e a capacidade de obter e manter uma ereção pode ser mais difícil. Estima-se que entre 5 a 20% dos homens possam ter disfunção erétil (aproximadamente 13% em Portugal), percentagem que aumenta progressivamente com a idade, podendo atingir os 50 a 75% a partir dos 70 anos. Conhecer as principais causas da disfunção erétil pode ajudar na prevenção e no tratamento do problema.

Através de sinais emitidos pelos neurônios, sangue que circula pelas artérias é impulsionado para os corpos cavernosos que constituem internamente pênis, fica comprimido dentro deles e provoca fenômeno da ereção. Independente da idade a abordagem do homem com disfunção erétil deve inicialmente buscar identificar fatores de risco para problemas circulatórios.

A diabetes é uma das causas mais comuns da disfunção erétil. Ou seja, apenas após diagnóstico por parte do médico se poderá instituir plano de tratamento e que será estabelecido de acordo com as causas subjacentes. Em situações em que a disfunção Patrick Atkinson erétil seja resultado de condições psicológicas, que são bastante comuns, paciente deve conversar com seu médico e com sua parceira ou seu parceiro sobre assunto.

Como não é somente sedentarismo e tabagismo que colaboram para a impotência sexual - as principais causas são psicológicas ou emocionais, neurológicas (por conta de doenças como diabetes ou câncer de próstata), vasculares (entrada rápida de sangue), hormonais e uso de medicamentos como antidepressivos - apenas um médico especialista pode indicar qual melhor tratamento para cada pessoa.

A impotência sexual pode ter causas de várias naturezas diferentes, podem ser aspectos físicos, biológicos ou até mesmo psicológicos que interferem na capacidade do homem de ter uma ereção. Os estimulantes sexuais são opção para se tentar voltar a ter uma vida sexual ativa e prazerosa.

Aconselhamento ou terapia sexual (58% das pessoas consideram que isso funciona para elas): causas da disfunção erétil relacionadas à mente podem afetar qualquer pessoa. A ansiedade quanto desempenho na cama circula como um dos problemas mais comuns de disfunção erétil psicológica.

Já na psicogênica, a impotência é provocada pelo excesso de ansiedade, stress e alto nível de adrenalina, que fecham os vasos sanguíneos impedindo a circulação do sangue no corpo cavernoso do pênis. Disfunção Erétil de Origem Física - Orgânica: Para as causas de origem orgânica, os tratamentos podem ser clínicos com medicamentos ou cirúrgicos.

Quando pênis fica ereto, anel constritor é movido até a base do pênis, dificultando a saída do fluxo na região e prolongando a ereção. Isso cria uma obsessão e ansiedade e porque a ereção é uma resposta fisiológica do corpo, quando essa preocupação ocorre em excesso homem deixa de gostar e sentir prazer e provoca a Disfunção Erétil tão temido que tanto envergonha.

A estimativa é de que milhões de homens no mundo inteiro sofram de disfunção erétil (impotência sexual) e 1 a cada 10 homens sexualmente ativos são atingidos por problemas de impotência. Se, por um lado, a disfunção erétil pode ser causada por transtornos mentais, ela também pode causá-los.

Ter problemas de ereção de tempos em tempos não é necessariamente motivo de preocupação. Doenças neurológicas: lesões na medula, Alzheimer e Parkinson podem impedir que homem tenha ereções. Esta é a causa mais comum da disfunção erétil, porque está correlacionada com muitas doenças sistêmicas que afetam os vasos sanguíneos da região genital, direta ou indiretamente.

Quando homem continua a ter ereções matinais ou durante a masturbação, mas não é capaz de a manter durante uma relação sexual, a causa é provavelmente psicológica e poderá estar relacionada com stresse, ansiedade, depressão, problemas conjugais ou trauma sexual de infância.